fevereiro 04, 2016

First Floor, please!  As sedas que deram lugar ao sushi

Antes de comer sushi pela primeira vez, eu já sabia que iria gostar, aliás gostar é pouco para o que eu imaginava. Sou doida por comida japonês, se você quer me agradar, pode me levar para comer sushi, que mudo a agenda na mesma hora!
Abriu há mais de um mês e é um point perfeito para os sushi lovers. A antiga Fábrica das Sedas, onde até pouco tempo estava instalado o restaurante Rota das Sedas, com um dos melhores brunchs de Lisboa, deu lugar a mais um restaurante do Chef e restaurateur, Olivier Costa, o Yakuza First Floor.
Este é o segundo Yakuza, o primeiro fica no Olivier Avenida, onde eu sou cliente assídua. O temaki de salmão com cream cheese e cebolinho é a minha perdição!
Mas voltando ao First Floor…o melhor é fazer a reserva com um dia de antecedência, ir às cegas é arriscar não conseguir mesa e ficar a salivar. A entrada já dá sinal de que o espaço é discreto, ao lado da porta tem uma campainha, uma janelinha abre-se com um simpático empregado que pergunta o nosso nome, logo a seguir abre por completo a porta e o show começa!

As luzes baixas dão um ar cozi à decoração temática, claro; o bar fica numa das três salas. Provei o gin com bambu, tão suave que resolvi bebê-lo bem devagar. As outras duas salas lembram a decoração do Avenida, mas é ao entrar no terraço coberto, que tudo acontece. O sushi bar com balcão é um charme, e também a melhor opção para quem gosta de comer com a boca e os olhos.
Quando abri o menu confesso que fiquei confusa, eram tantas as novidades que não sabia ao certo por onde começar. O garçon que estava nos atendendo – muito simpático, como toda a equipa – era mesmo um conhecedor do que lá se servia, a sugestão para entrada foram os tacos sacana (5€), com guacamole e peixinho marinado. Imaginem uma pequena junção entre a gastronomia mexicana e japonesa, lá estava! Fiquei curiosa por provar a salada Yakuza com pato confitado (8€), mas deixei para uma próxima e bem breve visita.

A seguir, o combinado Sushi to Yakuza, com 20 peças me deixou com vontade de mais. Então decidimos não voltar a abrir o menu e pedir que nos trouxessem algo à escolha deles. Wow! Uma das combinações mais ousadas que já provei, Gunkan  de Gourgete e Pimento Padrón. Tentei mastigar com suavidade para sentir o mix de sabores, e poder logo escrever sobre o prato. O que posso dizer é que, para quem gosta de pimentos padrón, isto é uma nova experiência, uma mistura de quente com frio, leve com forte (picante ao meu paladar).

Sorry, mas não houve espaço para a sobremesa. Uma boa desculpa para voltar ao Yakuza First Floor.
Ah! Antes que eu me esqueça, há um jardim nas traseiras. Na época em que ainda habitava o restaurante Rota das Sedas, o ambiente era usado no verão para refrescar, ao som de musica lounge e mojitos, quem por lá passava às sextas-feiras. Perguntei se iriam fazer uso do jardim, ai que perguntinha a minha, óbvio que seria usado! No momento o jardim está sendo restaurado, a decoração será de inspirado japonesa, com pequenos lagos. Já sabem onde me procurar no verão, ok?

Nome: Yakuza First Floor
Preço Médio: 50€ (pessoa)
Morada: Rua da Escola Politécnica, 231 (Rato), Lisboa
reservas: 93 400 0913
Horário: De terça a domingo, das 12h30 às 15h e das 19h à 00h

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *