abril 10, 2016

O que se come no Baía dos Golfinhos?

Assim que a Primavera chegar à séria e prenunciar um verão em grande, um dos melhores points promete este ano, mais uma dose de festas e sunsets inesquecíveis. Digo isto, porque tenho lembranças deliciosas dos últimos três verões em sunsets maravilhosos, alguns deles foram no Baía dos Golfinhos. Um almoço para conhecer a nova carta e, mais uma vez, tenho a certeza que continuará ser um dos meus lugares favoritos para ir e voltar com os amigos.

Entra na nova ementa o sumo detox. Muita lima e frutas da época, com gelo para refrescar e ajudar a drenar o organismo. Nota: Não há nota, é TOP!

As entradas são frescas. O carpaccio de polvo, perfeitamente laminado, é uma daquelas refeições que considero completa, para os dias mais quentes. Os temperos falam alto e o polvo é macio. Duas garfadas no ceviche de salmão e o sabor permaneceu por alguns minutos no meu palato, já fazia tempo que não provava um ceviche capaz de me lembrar as refeições afrodisíacas típicas das ilhas paradisíacas. Mas a supresa foi a salada de pato fumado… logo eu, que sou doida por pato e exigente nessa área, gostei muito da forma como a salada vem temperada, lá no fundo fica o gostinho de pimenta.

O Baía dos Golfinhos fica em frente à praia de Caxias, já fotografei muito naquelas areias, uma das minhas primeiras capas para a revista Men´s Health foi feita lá. Lembro direitinho daquele dia, após terminar a sessão almocei lá e pedi um lombo de salmão no champagne e legumes. Até pouco tempo esse era o meu prato de eleição, mas vamos virar a página. O prego no bolo de caco com lascas de batata frita é simplesmente espetacular! Carne tenra, ovo frito no ponto e as batatas com molho de iogurte são uma perdição, meus amigos!

 O bacalhau assado com broa conquistou o meu olhar assim que chegou à mesa. O brilho no bacalhau prometia um sabor suculento, é que nem todo mundo sabe cozinhar bacalhau. Assim medimos o talento de um chef. Nada de sal, temperado no ponto e com a broa crocante, uma boa escolha, sem dúvida.

Dos pratos principais, o que mais gostei foi o frango com molho thai e legumes salteados. Não tenho muito a dizer, a não ser que esse, seria um prato que comeria todos os dias e não correria o risco de enjoar! Tão suave, os legumes tão, tão, tão…é provar pra entender o que estou tentando vos explicar.

Katherine Taborda Reis é chef por acaso. Foi estudar Marketing a Londres, para pagar as despesas trabalhou em alguns restaurantes, onde adquiriu aquele bichinho da cozinha. De volta para Portugal foi trabalhar com o chef José Avillez, o primeiro português com duas estrelas Michelin. Que bela a escola né?! Em conversa com ela entendi de onde vinha o tempero de seus pratos. Posso vos garantir que a chef Katherine é uma maestra entre os tachos, a sua base gastronomica é muito bem apurada. Consegui sentir o sabor do verão em cada um dos pratos. Até na sobremesa, a Panna Cotta de Café com canela foi uma novidade para mim. A canela e eu não somos grandes amigas, mas desta vez o seu sabor combinou tão bem, que não conseguiria imaginá-la fora desta soma.

O crumble de maçã estava uma delicia, um doce quente para verão? Sim, apesar de ter cara de Inverno/ Primavera.
E lá vamos para a parte mais importante, chocolate…hahaha…não adiante, sou viciada! Fondant de Chocolate com Gelado de Baunilha….voltava lá só para comer o bolo inteiro, escondidinha na calada.

Ricardo Pereira é o sócio responsável pelos eventos. As novidades vão começar já em Maio, muitos suastes com boa música, espreguiçadeiras na areia e muito boa disposição são algumas das surpresas que Ricardo me confidenciou. Vamos aguardar pelo primeiro sunset? Eu já estou ansiosa!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *